Exposições

 

IMAGENS DO MIS : DIALOGOS COM O TEMPO

A exposição coloca em perspectiva o acervo do MIS-PR, propondo um mergulho temporal que só as tecnologias fotográficas permitem. As imagens do passado, antes descritas principalmente pela memória, puderam ser impressas e vistas no cinema e na televisão. Através de uma imagem fotográfica, estática aparentemente, podemos nos conectar com as pessoas e com as coisas que se denominam em geral de “antigas”. O que nos antecedeu, torna-se algo que ainda está aqui e pode dialogar conosco. 

Senhora e o tempo

 

FRAGMENTOS TEATRO DE BONECOS DADÁ

Inspirada no livro de Dinah Ribas Pinheiro, que conta os mais de 50 anos dessa trajetória, a noção de "fragmentos" vem da história da companhia. Muitos bonecos foram perdidos em batidas da ditadura militar brasileira, nas mudanças durante o exílio e pela própria marcha do tempo. Ao mesmo tempo em que é impossível remontar completamente muitas das peças, cada um dos bonecos é uma janela para a trajetória do Teatro de Bonecos Dadá. A exposição é construída através do diálogo dos bonecos com o acervo do próprio MIS-PR: os objetos tridimensionais, o acervo audiovisual do Bamerindus, as fotos do acervo Jesus Santoro e cartazes dos festivais e peças do Teatro de Bonecos Dadá que rodaram o mundo.

Exposição Fragmentos Teatro de Bonecos Dadá

 

LEMBRANÇAS DOS ANOS 80 / 90

As salas de TV eram um espaço de encontro das famílias para momentos de lazer. Era um espaço de convivência familiar para assistir aos programas de TV e a filmes muitas vezes alugados nas locadoras de fitas VHS. Ou então para ouvir boas músicas no vinil ou na fita cassete. Vamos recordar os objetos que marcaram a década de 80/90.

Sala de TV

 

 

HOMENAGEM À FOTOGRAFIA

No Dia Mundial da Fotografia, 19 de agosto, o MIS/PR disponibiliza algumas iconografias das Coleções de Fotografia do seu acervo, bem como de algumas câmeras fotográficas da Coleção Tridimensionais, que contam parte dessa história grandiosa.

Homenagem à Fotografia é uma exposição virtual que você pode experimentar clicando aqui.

Modelo AGC Prontor de 120mm da década de 30, câmera fotográfica de fole produzida na Alemanha por Alfred Gauthier de Calmbach

 

AS HISTÓRIAS QUE O MUSEU CONTA

Para propor leituras possíveis em relação ao seu próprio acervo o Museu da Imagem e do Som do Paraná lança a Exposição Virtual "As histórias que o museu conta". Segundo o texto da exposição "Os arquivos estão vivos. As obras, documentos, artefatos que compõem os acervos museais não são objetos marcados num tempo e espaço: são vestígios do passado, estão em constante fricção com o presente, possibilitam a nós humanos a criação de nossos futuros".

"As histórias que o museu conta" é uma exposição virtual que você pode experimentar clicando aqui.

Histórias que o museu conta