Acervo - Imagens


O acervo de imagens do MIS é composto por fotografias (negativos e positivos), filmes em películas, magnéticos (VHS e U-Matic) e digitais (DVD).

O acervo fotográfico é composto pelas coleções de Guilherme Glück, Jesus Santoro, Dario Velozzo, Foto Brasil, Hermes Macedo, Coleção Palácio Iguaçu e cromos. São aproximadamente 800 mil imagens em negativos de acetato e negativos em suporte de vidro. Em positivo são aproximadamente 30.000 imagens.

COLEÇÃO GUILHERME GLÜCK

Esta coleção é composta por aproximadamente 28 mil negativos em suporte de vidro nos formatos 6X9, 13X18 e 18X24 e cerca de 3 mil cópias em positivo. Destas, 5 mil imagens foram digitalizadas e inseridas na Plataforma Pergamum, Projeto IBRAM. Glück era um fotógrafo ambulante, que viveu na Lapa , onde tinha um ateliê fotográfico. Percorria as cidades próximas fotografando eventos, como casamentos, enterros, batizados, carnavais e famílias carregando a máquina fotográfica, as chapas de vidro e o tripé no lombo do cavalo. Na ida fotografava e depois voltava ao estúdio, revelava as fotografias e aproximadamente 90 dias após percorria o caminho de volta levando as fotografias. Trabalhou desde a década de 1920 até 1967, quando vendeu o estúdio.

Imagem do acervoImagem do Acervo    Imagem do acervo   
  

COLEÇÃO JESUS SANTORO

Esta coleção de 23 mil negativos em acetato, formato 6X6 é composta de imagens institucionais da agência de Propaganda Prisma de inaugurações de obras públicas, fábricas, agricultura, saneamento, Serra do Mar, Sete Quedas, hidrelétricas e cidades do interior do Paraná, de 1950 a 1970, registradas por Jesus Santoro.
Destas, 3 mil imagens digitalizadas e inseridas na Plataforma Pergamum Projeto IBRAM.





COLEÇÃO DARIO VELLOZO

A Coleção Dario Vellozo é composta por 363 negativos em base de vidro, nos formatos 6X9, 9X12 e 18X24 e 363 cópias contato. Todas digitalizadas e inseridas na Plataforma Pergamum Projeto IBRAM. Faziam parte da coleção particular deste intelectual, nas primeiras décadas do século XX. Entre este acervo estão as fotografias das atividades desenvolvidas no Templo das Musas (Instituto Neo Pitagórico), espaço de reunião de intelectuais anti-clericais em Curitiba.

A partir deste acervo foi produzido, em 2008, o documentário “Período do Movimento Simbolista –Templo Neopitagórico Templo das Musas”, do cineasta Rui Vezzaro.

Imagem do acervo




COLEÇÃO PALÁCIO IGUAÇU

Esta coleção é composta negativos em base de vidro, nitrato, diacetato de celulose e acetato, nos formatos 6X6, 6X9 e 35 mm, referente aos eventos ocorridos no Palácio Iguaçu, sede do Governo estadual, fotografias externas em cidades do interior do estado, inaugurações, recepções e visitas oficiais, desde a década de 1950 a 2016. E ainda, filmes em 16 mm das décadas de 1970 e 1980. Desta coleção 6 mil imagens foram digitalizadas e inseridas na Plataforma Pergamum através do Projeto IBRAM. É o mais completo registro oficial dos eventos dos governadores do Paraná.

imagem do acervo        imagem do acervo

COLEÇÃO FOTO BRASIL

A Foto Brasil foi um estúdio de fotografias que funcionou em Curitiba por mais de 60 anos (de 1931 até aos anos de 1990). Era uma referência para fazer fotografias para documentos (3x4, 5x7) e formaturas. Quando do seu fechamento, parte dos negativos foram doados ao MIS. É composta por 19.000 imagens em negativos em base de vidro, com imagens nos formatos 3X4, 5X7 e 6X9; 10.000 imagens em positivo nos formatos 3x4 e 5x7 e aproximadamente 20.000 negativos em acetato. Desta coleção foram digitalizadas e inseridas 300 imagens na Plataforma Pergamum Projeto IBRAM.



COLEÇÃO HERMES MACEDO

A extinta rede de Lojas Hermes Macedo, que durante décadas existiu em várias cidades do Brasil, ao fechar as portas doou ao MIS uma coleção de fotografias sobre eventos internos da rede, de lojas, como confraternização, e Imagens do Natal patrocinada pela empresa entre as décadas de 1970 e 1980.
É composta por 11.800 imagens em positivo, nos formatos 6X9 e 9X15.




“MISCELÂNEA”

É uma coleção de fotografias originais com imagens em positivo e em negativos nos formatos 6x9, 10x15, 30x40 cm. Essas imagens foram produzidas desde o final do século XIX até o final do século XX. Abrangem temas diversos como o ‘Projeto Fábricas’, ‘Museus de Rua’, personalidades diversas e a Guerra do Contestado. Em sua maioria são de fotógrafos anônimos.

 
 Imagem do acervo      imagem do acervo
 
 
 

COLEÇÃO CROMOS (POSITIVOS)

Slides de conteúdo diverso com imagens do cotidiano.


COLEÇÃO PARANÁ TURISMO

Conjunto de slides, documentos sobre a história do turismo no Paraná, Fitas em formato Beta Cam, DVDs e CDs sobre turismo no Paraná.

ACERVO FILMOGRÁFICO

O Setor de áudio visual é composto por imagens em fitas VHS, DVD e películas nas bitolas, 8, 16 e 35mm, com entrevistas e depoimentos de personalidades paranaenses do Projeto INEPAR e Sala Exclusiva, depoimentos da Coleção Bamerindus, filmes dos Festivais de Cinema de Curitiba, alguns programas da TV Iguaçu (1974-1980) e filmes de curta e longa metragem de cineastas paranaenses.

Atualmente, só é possível ter acesso aos filmes em 16mm e DVD’s.


COLEÇÃO ‘GENTE QUE FAZ’ E ‘MEMÓRIA VIVA DO PARANÁ’

Estas duas coleções pertencentes a extinta Associação Bamerindus em Regime de Comodato estão em formato VHS, U-Matic, MDW60 e Fita Cassete.
A coleção ‘Memória Viva do Paraná’ é composta por depoimentos realizados de 1986 a 1994, com personalidades, artistas, políticos, intelectuais como Juarez Machado, Helena Kolody, David Carneiro, Pedro Fedalto, entre outros que fizeram a história do Paraná.
A coleção ‘Gente que Faz’ é formada pelo programa de mesmo nome, veiculado na televisão entre 1993 e 1996, onde profissionais do Brasil todo, prestavam depoimentos sobre suas atividades.

COLEÇÃO CINEASTAS PARANAENSES

É uma coleção de películas, VHS e DVD’s de cineastas paranaenses. Envolve os diversos temas de produções como: O Mundo Perdido de Kozak e Corpos Celestes, de Fernando Severo, Brichos de Paulo Munhoz, Estômago de Marcos Jorge, Oriundi de Rubens Gennaro, Cafundó de Paulo Betti e O Preço da Paz de Maurício Appel, entre outros.

COLEÇÃO PROPAGANDAS

São filmetes em 16 mm, com temas variados (produtos de consumo de diversas marcas de biscoito, sabão, bebidas e outros) produzidos nas décadas de 1960 e 1970.

COLEÇÃO MORGENAU

É uma coleção formada por cópias de filmes em DVD, livros e periódico sobre cinema


 
 
Recomendar esta página via e-mail: